UM OLHAR CLÍNICO DE INSPIRAÇÃO FERENCZIANA NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO EM ADOLESCENTES

  • Aline de Almeida Moraes Centro Universitário Metodista, IPA
  • Cleber Gibbon Ratto Centro Universitário Metodista, IPA
Palavras-chave: Sandòr Ferenczi, Clínica, Depressão, Adolescência

Resumo

Este trabalho desenvolve uma reflexão a partir de algumas das formulações clínicas psicanalíticas de Sandòr Ferenczi, discutindo suas possíveis contribuições no tratamento da depressão em adolescentes. Doença esta que é vista pelos profissionais da saúde como o grande mal da sociedade moderna, e que muitas vezes leva jovens e pessoas de todas as idades a cometerem suicídio. Sendo a adolescência uma fase de drásticas mudanças no ser humano, a clínica psicanalítica inspirada em Ferenczi propõe um cuidado com mais tato e empatia, reformulando certos princípios tradicionais da técnica formulados por Freud, envolvendo, fundamentalmente, uma elasticidade que faz da cena terapêutica um ambiente acolhedor e pautado pela confiança mútua. Desta forma, o terapeuta deixa de lado aquela postura abstinente e distante, colocando em prática o “sentir com” o paciente, colocando-se numa relação mais afetiva e engajada, marcada pelo declínio da interpretação.

Publicado
18-02-2020
Seção
Artigos Originais