Depressão Pós-Parto: Vivências das Profissionais de Saúde

  • Caroline de Lima e Silva
Palavras-chave: Depressão Pós-Parto, Apoio Familiar, Relação Mãe-Bebê

Resumo

Este artigo contempla, com dados teóricos e entrevistas, aspectos da depressão pós-parto. As alterações hormonais neste período serão muito acentuadas, contribuindo por vezes para um estado de infelicidade puerperal, sendo de suma importância o apoio familiar e a escuta dos relatos da mãe a respeito dos sentimentos sobre si própria e sobre sua relação com o bebê. Foram entrevistadas funcionárias da área da saúde (técnicas em enfermagem no setor público), correlacionando os relatos com a bibliografia pesquisada. Todas as entrevistadas apresentaram sentimentos contraditórios em algum momento do puerpério, sendo evidentes diferenças nas respostas conforme a presença ou não de apoio familiar. A pesquisa demonstrou que o apoio familiar e poucas cobranças por parte da família e da sociedade auxiliam na passagem por este período.

Publicado
23-10-2018
Seção
Artigos Originais