A DUPLA AMEAÇA: CORONAVÍRUS E CRISE ÉTICO-POLÍTICA.

REFLEXÃO PSICANALÍTICA ACERCA DA PANDEMIA NO BRASIL

  • Lívia Fernandes Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • João Luís Almeida Weber Centro Universitário da Serra Gaúcha

Resumo

O presente ensaio teórico reflete criticamente acerca de fenômenos psicossociais da pandemia de Covid-19 no Brasil. Para tanto, apropria-se de conceitos da metapsicologia freudiana e da psicologia política. Psiquicamente, a crise sanitária baliza-se em catástrofe, trauma, mal-estar e lutos. No Brasil, ainda se acrescenta, uma crise humanitária, ética e política. Há de se considerar a passividade do governo frente à periculosidade da pandemia, vulnerabilizando o brasileiro e colocando-o em uma posição de melancolização. Estudar fenômenos de morte da pandemia no Brasil, sob a ótica da psicanálise, implica uma reflexão ética, buscando compreender o mal-estar contemporâneo. O saber psicanalítico, à partir de uma posição subversiva, denuncia práticas excludentes, perversas e violentas, a fim de provocar um questionamento que leve à uma insurgência.

Publicado
13-04-2021
Seção
Artigos Originais